Publicado: 29/05/2018 - Atualizado por última vez: 05/06/2018

Growth Hacking: você sabe o que esse conceito significa?

Você já ouviu falar de Growth Hacking? Certamente sim, mas você sabe o que isso significa? Não? Então confere aí o artigo que preparamos para você!

Marcela Batista de Souza

Publicado por:Marcela Batista de Souza

Copywriter

Growth Hacking, ou marketing orientado a experimentos, é o termo usado para definir estratégias de marketing inovadoras que visam encontrar oportunidades/brechas (hacks) de crescimento (growth) de uma empresa ou startup.

Você provavelmente já ouviu ou leu algo sobre o termo Growth Hacking ao estudar Inbound Marketing. Mas nem sempre as explicações que encontramos sobre esse termo são de fácil compreensão, o que nos faz acreditar que talvez não sirva para todos os modelos de negócio ou times de marketing. Mas não é bem assim.

Para desmistificar esse termo, preparei esse artigo para te auxiliar no entendimento do Growth Hacking como a estratégia que pode alavancar o sucesso do seu negócio (sem achismos!). Portanto, continue lendo para descobrir tudo o que você precisa saber sobre Growth Hacking, vamos lá?

O que é Growth Hacking?

Growth Hacking é uma metodologia muito conhecida hoje em dia, porém é pouco aplicada. Vem ganhando cada vez mais espaço e aceitação entre as empresas tradicionais que buscam crescimento aplicando técnicas totalmente disruptivas, que geram resultados fora do convencional.

O processo de Growth consiste em instaurar inovações e transformações na sua estratégia para que ela possa alcançar um melhor desempenho e obter melhores resultados com menor custo. A metodologia nos orienta a “pensar fora da caixa”, de modo a encontrar brechas e oportunidades no cenário do mercado, e usá-las a favor do crescimento do seu negócio.

Qual a origem desse termo?

Cunhado por Sean Ellis, CEO do portal GrowthHackers — um dos maiores portais de Growth do mundo — o termo Growth Hacking surgiu para descrever a metodologia que ele mesmo implementava nas empresas por onde passava. De acordo com ele, Growth Hacking pode ser definido como “Marketing orientado a experimentos”.

Sean dedicou-se muito aos estudos comportamentais dos compradores e do mercado das empresas por onde passava e pode concluir que haviam 3 principais características em comum naquelas que conseguiam obter um crescimento acelerado:

1. Elas fugiam do marketing tradicional

As empresas que conseguiam ter um bom e acelerado rendimento sempre arriscavam e testavam novas estratégias, como usar canais de aquisição de clientes que as outras empresas sequer cogitavam utilizar.

2. Elas possuíam pessoas dedicadas à inovação

Growth Hacking

As empresas tinham times voltados para a construção de estratégias inovadoras e principalmente heterogêneos, os times eram formados por pessoas analíticas e criativas, que juntas, encontravam as melhores brechas de crescimento para o negócio — já que se uniam ali, diversos pontos de vista de um mesmo cenário.

3. Elas praticavam rigorosas otimizações baseadas em análises de dados

Sean pode observar também, que as empresas que obtinham grande desempenho realizavam inúmeros testes sobre os seus produtos/estratégias. E após fortes análises dos resultados, eram realizadas rigorosas e constantes otimizações nas suas ações.

Concluindo: elas não tinham medo de arriscar.

O que é necessário para fazer Growth Hacking?

Após observar o que as empresas com crescimento acelerado possuem em comum, podemos concluir que existem características essenciais para uma boa implementação de Growth Hacking em uma estratégia de marketing. Dentre elas estão:

Pensar fora da caixa

Para trabalhar com essa metodologia, a principal característica que você precisa aderir é a de não ter medo de ir além do convencional. O Growth Hacking é uma estratégia que visa fugir do senso comum, buscando atalhos de comunicação com o público, levando-o à frente da concorrência por inovação e diferenciação

Dedicação e persistência

80% dos testes de hacks realizados por um negócio, dão errado. Para encontrar uma estratégia que realmente traga bons resultados para um negócio é necessário que todos que participam da estratégia tragam consigo muita dedicação e força de vontade, para que juntos consigam estar sempre atualizados e com vontade de inovar.

Ter um olhar analítico

Para um bom desempenho de Growth, muitas mudanças são necessárias ao longo do processo, tanto nos testes quanto no projeto como um todo. Para que sejam realizadas as mudanças corretas, é necessário adquirir um olhar analítico sobre o cenário que o seu projeto se encontra — observando o comportamento do público ante o que você os oferece, e tendo em mente que, se necessário, você precisará começar do 0 à qualquer momento.

Entender um pouco de tudo

Growth Hacking é uma estratégia onde se faz necessário entender um pouco de todas as áreas, uma vez que, essa é a melhor maneira de se conseguir um bom desempenho em inovação e otimização dos seus testes. Dizemos que para ser um Growth Hacker, você precisa trabalhar com o T Shaped Skills, ou, método T de conhecimento.

Growth Hacking

Exemplos práticos de Growth Hacking 

Após entender o que é Growth Hacking, vamos ver alguns exemplos de estratégia que foram aplicadas por algumas empresas e que geraram um crescimento fenomenal para elas.

Diversas empresas utilizam o Growth para alavancar os seus resultados, mas existem alguns cases que se destacam nesse processo. Dentro deles estão:

PayPal

Growth Hacking Paypal

PayPal, a popular conta de comerciante abriu seu caminho para a fama da seguinte forma.

Tudo começou com o eBay. O site permitiu que os vendedores mencionassem suas opções pelas quais estavam dispostos a aceitar pagamentos. Horas extras mais e mais listagens estavam aceitando o PayPal. Mas, na época, o PayPal não era uma opção oferecida pelo eBay por padrão. Então os vendedores tiveram que escrever o nome “PayPal” em vários lugares.

Quando o PayPal percebeu sua popularidade entre os usuários do eBay, eles conseguiram assinar um contrato com o eBay, permitindo que os vendedores usassem o logotipo do PayPal se aceitassem pagamentos através dele. O resultado foi que o logotipo deles foi exibido lado a lado com muitos outros logotipos de empresas estabelecidas como Visa e MasterCard.

Essa ideia funcionou muito bem para o PayPal e penso que houve três motivos proeminentes para isso.

  1. Como o logotipo deles estava sendo exibido com outros grandes nomes, ele enviou um sinal de que o PayPal é um concorrente dessas outras empresas. Isso ajudou a aumentar seu valor.

Se você tem uma revista online, você não gostaria de ser chamado de concorrente da Forbes?

  1. O eBay já era um gigante no mundo online. Ao exibir o logotipo deles, eles estavam no ombro de um gigante. Eles estavam alavancando o tráfego do eBay para desenvolver seu próprio negócio.

  2. Como cada vez mais vendedores estavam aceitando pagamentos por meio do PayPal, exigia que mais e mais clientes tivessem contas do PayPal. Você vê: é como ter um telefone - uma pessoa só pode falar com você através dele quando você tiver um telefone para você.

Da mesma forma, você pode efetuar um pagamento na conta do PayPal de alguém, somente quando tiver uma conta para você.

Então, como esse crescimento ajudou o PayPal? Seu parceiro eBay ficou tão impressionado com eles que compraram o PayPal por US $1,5 bilhões.

Dropbox

Growth Hacking Dropbox

De acordo com Drew Houston, co-fundador e CEO do Dropbox, as referências aumentaram as inscrições no Dropbox em 60%!

O Dropbox criou uma maneira interessante de aumentar as referências. Em primeiro lugar, tornaram muito fácil para os seus clientes atuais partilharem links de referência com os seus amigos e, em segundo lugar, ofereceram-lhes um incentivo.

Por exemplo, eles introduziram um recurso no qual, se um cliente atual fizer referência a alguém, ambos receberão 500 MB extras de espaço em disco, assim que a outra pessoa se inscrever.

Este método funcionou como mágica. Mais e mais pessoas começaram a circular os links de referência para o Dropbox porque queriam espaço extra de graça. E cada vez mais pessoas começaram a se inscrever porque estavam recebendo 500 MB de espaço extra, o que eles não teriam obtido se tivessem se inscrito normalmente, ou seja, sem o link de referência.

Esse método custou ao Dropbox apenas 1 GB de espaço em disco, muito menos do que eles gastariam se tentassem o Google AdSense ou qualquer anúncio semelhante.

Melhores blogs de Growth Hacking

Se manter atualizado nas tendências do mercado é uma ótima maneira de extrair o maior desempenho da sua estratégia de Growth Hacking, logo, separei 5 dos melhores blogs de Growth para você acompanhar:

Conclusão

Growth Hacking é uma estratégia que requer muita dedicação e persistência daqueles que desejam obter o máximo de sucesso em suas ações. Por isso, devemos sempre nos lembrar de que não podemos ter medo de arriscar, o futuro da inovação está em nossas mãos, e pensar fora da caixa pode ser o movimento que seu negócio precisava para se tornar um grande case de sucesso!

Nesse artigo vimos o que é Growth Hacking e alguns dos maiores cases de sucesso na história dessa metodologia. Quer descobrir como aplicar Growth Hacking na sua estratégia? Então confere esse artigo: Growth Hacking na prática: tudo o que você precisa saber!

 

Acompanhe o que há de mais recente no mundo digital.

Mantenha-se atualizado

Informe seu e-mail para receber dicas valiosas para alavancar seu negócio.